21 julho 2009

‘A Galinha Caipira’

O caminhoneiro parou no restaurante de beira de estrada: ‘A Galinha Caipira’, e consultou o menu.

Só dava galinha, de tudo que era jeito!

Chamou o garçom:
- Quero galinha caipira ensopada mas, antes, quero ver a galinha.

O garçom foi até o balaio, pegou uma galinha e trouxe até à mesa.

O motorista enfiou o dedo no cu da galinha, esfregou um dedo noutro, cheirou, e disse:
- Negativo. Esta não é galinha caipira. Esta é da granja Três Irmãs em Uberaba.

O garçom trouxe outra galinha. O motorista fez a mesma coisa, cheirou os dedos e disse:
- Negativo. Esta também não é galinha caipira. É do sítio Estrela Azul, em Ponte Nova.

O garçom trouxe outra galinha. O motorista repetiu o procedimento, cheirou os dedos e disse:
- Essa, sim, é galinha caipira! Pode fazer.

Ao lado, um gaucho, que a tudo assistia e estava ali há três dias enchendo a cara, se levantou, foi até a mesa do motorista, se virou de costas para ele e abaixou as calças.

- Moço, eu tomei todas e esqueci onde moro… Dá para ver meu endereço?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...